Arquivo da tag: Eduardo Viveiros de Castro

Veja coloca frase na boca de especialista

Atualização do dia 5 de maio: a Associação Brasileira de Antropologia também publicou carta pedindo para a revista Veja se retratar – leia aqui.

O antropólogo Eduardo Viveiros de Castro é a nova vítima da “reportagem” cometida pela revista Veja. Os autores da matéria “A farra da antropologia oportunista” (Veja ano 43 nº 18, de 05/05/2010), colocaram na boca de Viveiros a seguinte afirmação: “Não basta dizer que é índio para se transformar em um deles. Só é índio quem nasce, cresce e vive num ambiente cultural original” .

Viveiros de Castro é um dos cientistas mais respeitados da Antropologia. Ele enviou uma carta para os editores da Veja reclamando que a frase jamais foi dita por ele – mensagem que foi reproduzida no site do Nassif.

A revista Veja, por sua vez, não admitiu a falha – limitou-se a responder, de forma confusa, que resumiu o pensamento do autor com base em um texto que Viveiros teria encaminhado para a Veja, quando este foi procurado pelos repórteres. Leia aqui a resposta da Veja, também publicada no site do Nassif.

O autor, no entanto, reiterou que a tal frase nunca foi dita por ele. Também esclareceu que foi sim, procurado pela Revista, mas que ele se negou a dar entrevista, pedindo aos repórteres que procurassem seus textos já publicados, que, por serem públicos, podem ser citados. A réplica do antropólogo foi publicada no site do Nassif.

Até onde vai o absolutismo da imprensa? Pode um veículo, simplesmente, assassinar reputações, enterrar fatos e distorcer verdades, sem sofrer nenhuma punição? A sociedade precisa debater em que pé de liberdade quer sua imprensa: baseada no respeito, seriedade, credibilidade ou na base do vale-tudo, da mentira, da invenção? Acho que o debate precisa continuar, sem medo de sermos rotulados de “censores”. Calar esse debate é um incentivo à ignorância e à barbárie!